Florianópolis

O Polo Florianópolis realiza pesquisas com abordagens teórico-metodológicas amparadas na filosofia da diferença e nos estudos culturais. Nossas pesquisas buscam problematizar a cultura visual e as cartografias intensivas em processos de invenção de espaços, de espacialidades contemporâneas e em processos de escrita na formação de educadores. O grupo de pesquisa Atlas, que agrega o polo, iniciou seus trabalhos em 2010, na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e, atualmente, está sob a coordenação das professoras Ana Maria Hoepers Preve e Ana Paula Nunes Chaves.

 

O Polo Florianópolis conta com o apoio do Laboratório de Estudos e Pesquisas de Educação em Geografia (LEPEGEO), do Núcleo de Estudos Ambientais (NEA) e do Laboratório de Mídia e Práticas Educativas (LAMPE). Em 2017, realizou o V Colóquio Internacional A Educação pelas Imagens e suas Geografias e, em 2018 e 2019, as Jornadas de investigações em Geografias, Imagens e Educação. Dentre suas principais publicações estão a tese de doutorado das coordenadoras - Mapas, prisão e fugas: cartografias intensivas em educação (2010) e Por outras espacialidades: uma cartografia da pedagogização no Parque Ibirapuera/SP (2015) -, além da organização dos dossiês Geografías, imágenes y educación (Revista Punto Sur, 2020), Transtornar hábitos educativos: o que ainda é possível em terras arrasadas? (Revista Linha Mestra, 2018), Educação, visualidade e espacialidades no contemporâneo (Revista Educação e Temática Digital, 2016) e Mapas rizomáticos e novas cartografias (Revista Ra'e ga, 2014).

 

Coordenação:

Ana Maria Hoepers Preve (2010-atual) e Ana Paula Nunes Chaves (2017-atual)

E-mail de contato:  anamariapreve@gmail.com e ana.chaves@udesc.br